ARPs

Aeronaves Remotamente Pilotadas

Com anos de experiência e atuação real no segmento, a empresa possui equipe brasileira especializada para trabalhar com as quatro categorias de ARPs. Através dos sistemas ARPs, operações podem obter amplos benefícios de permanência através da capacidade de autonomia da aeronave, possibilidade de revezamento de tripulação que está toda em solo e monitoramento de área. Além disso, a tripulação não fica exposta a riscos de ser abatida e tem acesso à informação mais atualizada que permite maior precisão e agilidade nas tomadas de decisões. Desde 2011 atuando com esse tipo de solução, os produtos já foram aplicados com êxito em situações reais como: as operações durante a Copa do Mundo de 2014, visita do Papa Francisco, máximo pontífice da Igreja Católica, ao Brasil, as Olimpíadas 2016 e as operações Ágata na fronteira.